sexta-feira, 27 de julho de 2007

Por quê Sofremos?



Hoje estava falando com um amigo meu - que por sinal fazia um tempo que não conversávamos sobre tantas coisas – a respeito disso, e mais uma vez a filosofia budista me veio a mente: Sofremos porquê temos que sofrer. Isso mesmo, simples, claro e objetivo. Nós, pobres mortais é que sempre ferramos com tudo sempre. Nós queremos arrumar motivos para o nosso sofrimento quando na verdade não há motivos, simplesmente temos que sofrer e só. Parece complicado, difícil de agir assim, mas não é não, basta querer.

Puxaram seu tapete no trampo? Seu namorado(a) te deixou? Você brigou com uma pessoa muito especial? Não sofra porque não as tem mais. Lembre-se o quanto foi ótimo o emprego que estava, o quanto você se doou para aquela pessoa, à quantidade de risadas que deu com outra... Enfim, não sofra por coisas que já passaram. A vida é feita de ciclos, e quando um deles termina você tem que saber disso, porque senão, outros ciclos virão e você continuará parado. E cada ciclo nosso foi feito exatamente pra isso, para aprendermos que não importa o que te aconteça, o importante é que coisas acontecem, sejam elas boas ou ruins e que sofrer por coisas que já passaram não vão te levar a lugar nenhum.

E sabe o que é pior: Você vai deixar os ciclos da vida passarem enquanto pensa num ciclo que já se foi e só você não quer entender...

Podem me chamar de brega, mas o Rei já dizia:

“Se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi”.

3 comentários:

Rafa !!! disse...

Hehe.
Gostei da frase do rei...
Sei la... Pra mim a vida é uma grande manipulação de energia... Voce planta o que colhe, vc vê oque procura, mesmo nao achando que tava atraz disso...
As coisas acontecem, como tem q acaontecer... Nao adianta bater a cabeça, vc nao tem mais poder q a vida e a natureza...
O importante é fazer valer a pena...
Pensar no bem ...
E nao pensar de mais...
Mas sim sentir de mais...
...
..
.

Bruno disse...

Só complementando o que você disse...
Para cada porta que se fecha uma nova se abre, recomeçar é sempre bom. Basta que algo de errado aconteça, para que possamos com essa nova situação que a vida nos apresenta enxergarmos um novo caminho, quem sabe melhor, quem sabe pior, mas algo que nos leve adiante.
E são tantas emoções...

Rodrigo Américo Tardem disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.